logowhite20anos.png

MARKETING E/OU PROPAGANDA

Marketing é um tanto mais de ciência, e um pouco menos de intuição. Já propaganda é um pouco mais de intuição e um tanto menos de ciência. Aliás, de onde vem a ideia? A ideia, segundo Augusto dos Anjos, vem da psicogenética e alta luta, do feixe de moléculas nervosas, que, em desintegrações maravilhosas, delibera, e depois, quer e executa. Pois é, por isso parece que o mercado de marketing e/ou propaganda, tem cada vez mais encontrado dificuldades para entender o seu timing exato, que só é plenamente identificado quando obedece rigorosamente aos pressupostos da eficiência e não do tamanho da verba.

 

A Zebra Pop propõe uma nova forma de capacitação e atualização profissional: a Gestão Compartilhada de Marketing, pois multifuncional, agiliza o gerenciamento de crises e/ou situações de oportunidades. O jornalista Nelson Rodrigues escreveu que “as grandes convivências estão a um passo do tédio”; sem saber já diagnosticava o problema fundamental da relação comercial entre agências e anunciantes: a falta de ousadia e de experimentação, ou seja, cumprir com a necessidade básica de conhecer novas ideias, pouco importando a fonte e/ou origem das mesmas.

 

 

ACEITAMOS VERBAS INFERIORES A UM MILHÃO DE REAIS

Verbas não existem, verbas são geradas, sentenciou há muito Roberto Duailibi, um dos fundadores da lendária DPZ, hoje DPZ&T do Publicis Groupe. Pois é, o último item com o qual normalmente a gente se preocupa é com o tamanho da verba do cliente. Por incrível que pareça.
 
Toda vez que a Zebra Pop faz uma apresentação, o que realmente nos deixa em pânico é o medo de não ser capaz, mais uma vez, de gerar uma estratégia criativa que faça o potencial cliente superar suas adversidades mercadológicas, disputar mercado em condições de igualdade com os concorrentes, e até superá-los, e vender mais, e mais e mais. Quando a gente consegue, e isto acontece em 80% das vezes, a certeza de que o final será feliz é absoluta, e a tal da verba surge, o cliente anuncia mais, vende mais, anuncia mais, vende mais e o ciclo virtuoso se completa.

foto-pinta.png

ROBERTO PINTAÚDE | Gestor Criativo

MAIS DE 40 ANOS DE EXPERIÊNCIA

 

Se alguém tiver razões, sejam elas quais forem, para qualquer reclamação, a esta altura do campeonato, sinto muito, mas pelo que se sabe, redes sociais ainda não chegam lá em cima, onde está Mamãe Iracema, descansando em uma nuvem qualquer. Sim, porque a responsabilidade por eu ter virado publicitário é toda dela, e aos muitos pontapés na canela que levei. Aliás, Maria Augusta Nunes Medeiros, grande publicitária, não se cansa de dizer:
 
- Nunca conheci alguém que se torne tão criativo quanto o Roberto Pintaúde, ao tomar uns pontapés na canela. Claro, antes que alguém se confunda, são pontapés metafóricos. E lá vou eu, tentando como aconselhou o poeta, ser gauche pela vida. Marketing e/ou propaganda? Pois é. Por ora, minha recomendação é: vá de Zebra Pop. Vá que dê certo né?!

Marcas já atendidas

 

zb-logos.png

Marcas atendidas

 

zb-contas.png

Confira nosso portfólio

A Zebra nasceu, aqui replicando Raul Seixas, há 10.000 anos. Por quê? Porque todo conteúdo criativo de marketing e/ou propaganda, bem sucedido ou não, tem origem no conhecimento que os outros nos legaram, meu caro Watson. Música, teatro, cinema, revista Caras, as fases da Lua, a TPM, a vida das formigas e tudo que se possa imaginar. Portanto, nosso portifa, que não pretende ser nenhum manual de instruções de como se faz boa comunicação, ora resumido, mostra algumas facetas bem sucedidas da Zebra. Pop. Top.

logo-white.png
51 3019.7623

 

Rua Açores, 68/203 - Passo d'Areia
91030-340 - Porto Alegre - RS